Salgadinho natural alagoano ganha prêmio de inovação em Londres

Competição internacional D&AD New Blood Awards reconhece a criatividade da campanha do kukrum – o milho que não quis ser pipoca

Assessoria de Comunicação / Marcela Terra

Salgadinho natural alagoano ganha prêmio de inovação em Londres

O Kukrum é resultado de um processo orgânico que não estoura o milho de pipoca por completo. Curioso, não? A consequência é um lanche crocante, temperado com pimenta de limão e frito no óleo de coco. Um produto criativo que atende ao crescente público vegano.

Além de ser um snack saudável, o processo é sustentável e pensa na economia circular. A matéria prima é adquirida na zona cerealista. Comprada a granel, elimina o atravessador do milho e valoriza os produtores rurais.

Criado e desenvolvido pelo designer de produto, Caio Terra, de 24 anos, a ideia do salgadinho surgiu de uma paixão: todos na família gostavam mais do milho do fundo do pote. O estalo chegou, só faltava a oportunidade. Ele dividiu o tempo entre a faculdade, o trabalho e a pesquisa. Durante dois anos, desenvolveu a fórmula para um chegar ao resultado esperado.

O snack alavancou quando os amigos provaram o lanche e o incentivo veio. O produto ficou bom e fez sucesso. Era hora de profissionalizar. Uma equipe multidisciplinar, formada por amigos impulsionadores de ideias, tomou forma no escritório dentro da casa do designer. Assim, uma campanha de financiamento coletivo ficou de pé. Começou a corrida para arredar fundos e produzir o Kukrum em larga escala.

O financiamento coletivo para a instalação da Fábrica Kukrum chegou à reta final, vai até 25/12 no site https://www.catarse.me/kukrum. Várias cotas de colaboração em dinheiro estão disponíveis e os doadores recebem recompensas pela ajuda. No link, tem as informações completa sobre a campanha, além de um vídeo com os idealizadores.


SOBRE O PRÊMIO

Na Inglaterra, uma competição pelo instituto Inglês de Design & Art Director seleciona, desde 1963, projetos criativos com potencial para virar grandes marcas. O time do Kukrum- o milho que não quer ser pipoca encarou o desafio e montou em seis semanas uma proposta prática para enviar na categoria de estudante e mostrar todo potencial do salgadinho.

O projeto foi o primeiro formado por uma equipe de brasileiros a receber o lápis de madeira, que equivale ao terceiro lugar, pelo AD&D Awards. O concurso é considerado por críticos da área um dos maiores troféus de inovação, criatividade e design do mundo.

O Kukrum competiu diretamente com núcleos de criação de grandes marcas, como a Addidas e Heiz. A equipe participou de todo o processo criativo da campanha. Foi desenvolvido um teaser para narrar a história do nascimento do produto. Montada uma estratégia de marca e o Kukrum foi pra rua.

Sobre o AD&D Awards

O D&AD Awards é uma referência em encontrar talentos criativos e projetos inovadores. Este ano, mais de 54 países participaram. O júri é formado pelos principais expoentes do mercado internacional de criatividade, design e inovação.

O Kukrum competiu em uma nova categoria, lançada este ano, em conjunto com a Adobe Software, uma das maiores fabricantes de software do mundo, para premiar projetos criados por pessoas que não estariam consolidadas no mercado. A ideia do prêmio era encontrar talentos brutos e ideias que estariam nascendo, mas que já teriam demonstrado grande capacidade.

SOBRE O TIME

Caio Terra se formou em publicidade pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, de São Paulo, em 2016. Natural de Maceió, Alagoas, foi a São Paulo para estudar. Trabalhou em agências de propaganda da capital paulista e, hoje, atua como designer de produto pela Simbiose Social, uma plataforma digital de pesquisa e gestão de investimento social privado. É a mente criativa e inventor do Kukrum – nem todo milho quer ser pipoca.

João Aira é arquiteto, formado pela Universidade de Guarulhos. Passou por escritórios e instituições conceituados em São Paulo – Plure Arquitetura, Estúdio Molecular e trabalhou no Instituto de Arquitetos do Brasil. Atualmente trabalha no Estúdio Artigas desenvolvendo e coordenando projetos de arquitetura e urbanismo. Já montou revista, trabalhou como fotografo e até produziu peça de teatro. Entrou para o projeto Kukrum como sócio, com ideias de planejamento e ajuda a no andamento do projeto.

Mauricio Araújo, natural da Bahia, é estudante de publicidade e propaganda. Na área de redação, trabalhou na agência DM9DDB e, hoje, está na Wieden + Kennedy. Já passou por contas como Nike, Subway, Ambev e McDonald’s. E tem orgulho em dizer que o Kukrum agora faz parte desta lista.

Leandro Leone é redator, formado em publicidade pela Escola Superior de Propaganda e Marketing. Paulistano, nascido e criado, trabalha hoje na Publicis Brasil e atua no apoio criativo da marca Kukrum.

Tatiana Boudakian se formou em Comunicação Social e depois de morar na Armênia, terra de seus antepassados, redescobriu sua paixão pelo cinema e pela fotografia. Concluiu uma pós-graduação em Direção de Arte Audiovisual e, atualmente, trabalha na comunicação de ongs que têm como objetivo a educação e o esporte. A comunicação visual é sua maior atividade como freelancer e, quando surge um projeto que faz seu olho brilhar, não hesita em trabalhar para que esse brilho chegue a mais e mais pessoas. Para ela, o Kukrum é um desses projetos que o mundo deve conhecer.

Publicidade

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Publicidade

Cinemas